Controle de estoque: 5 dicas que você precisa saber

Controle de estoque: 5 dicas que você precisa saber

Controle de estoque: 5 dicas que você precisa saber

Diferente do que muita gente pensa, o controle de estoque vai além do que o controle do fluxo de mercadorias.

O controle de estoque está relacionado com todos os setores da loja, inclusive finanças e vendas.

O resultado dessas informações é a percepção do tamanho da importância de controlar o estoque eficiente. Esse processo, se executado corretamente, contribuirá positivamente para o crescimento da produtividade, aumentando assim a lucratividade.

Vamos apresentar as 5 principais dicas de controle de estoque, para que sua loja tenha sucesso nesse processo.
1. Realize controle rigoroso

O ponto básico para ter o controle de estoque eficiente é manter um controle rigoroso de todas operações envolvidas.

Isso é resultado do acompanhamento e registro de todas as entradas e saídas de produtos.

O registro de atividades não rotineiras, como devoluções e trocas também deve fazer parte do processo de controle de estoque. Um controle rigoroso das operações que envolvem o controle de estoque evita que os “furos de estoque” aconteçam e prejudiquem o sucesso das informações do seu estoque.

2. Acompanhe os resultados

Os resultados do desempenho dos processos fornecem ao varejista uma análise a respeito da operação e do andamento da loja.

Por meio dessa análise, que normalmente pode ser vista em planilhas, é possível acompanhar a movimentação dos produtos, a atual situação do estoque, e o índice de demandas sobre produtos, que foram solicitadas. É possível identificar também os números de rupturas e falhas no estoque.

Com esses dados é possível perceber os pontos que precisam de melhorias, orientar equipe e realizar um planejamento ativo.

3. Realize inventários frequentes

Inventários periódicos são realizados em determinados períodos de tempo e realizam a contagem de grupos separados do estoque.

Os inventários periódicos são importantes para eliminar a necessidade da realização de um inventário geral, que, normalmente, demanda mais investimento do varejista. O inventário periódico mostra exatamente o ponto do estoque que precisa de atenção redobrada, pois realiza a contagem de todo o estoque e faz o balanço com os dados do sistema.

4. Acabe com os produtos “encalhados”

Por meio de um controle de estoque atualizado e correto é possível saber quais os produtos estão com um giro baixo e ocupando espaço no estoque. Estoque parado representa dinheiro do varejista parado também, portanto é preciso acabar com esse fato no estoque da sua loja.

Uma forma de estimular a venda de produtos “encalhados” é por meio de descontos e promoções.

Quer entender mais sobre giro de estoque? Veja esse artigo. 

5. Integre o controle de estoque com as outras áreas

Como o controle de estoque afeta diretamente outras áreas é preciso que essas áreas estejam conectadas e integradas.

A integração do estoque com áreas como o setor de compras, setor de vendas, financeiro e fiscal é essencial para que todos esses processos possam ser otimizados, agilizados e operem de forma mais segura e com menos erros.

Um software de gestão garante a integração e a automatização dos processos da sua loja, incluindo o controle de estoque.

Por meio do software de gestão é possível o registro automático de todas as informações dos sistemas de todos esses setores. O resultado é a agilidade da troca de informações e dados e a redução de erros.

Um exemplo disso é, no momento da venda o software de gestão informa automaticamente o estoque sobre a baixa necessária.

Conclusão

Essas dicas vão ajudar sua loja no controle de estoque, garantindo eficiência e bons resultados para sua operação.

Quando sua loja melhora os processos internos da operação, o resultado chega até seu cliente, e a consequência disso é o aumento das vendas.

No Comments

Post A Comment