Gestão de estoque no pequeno varejo em 4 passos

Gestão de estoque no pequeno varejo em 4 passos

Gestão de estoque no pequeno varejo em 4 passos

A gestão de estoque é um dos pontos mais estratégicos das empresas do varejo e deve ser eficiente também em empresas de pequeno porte. Controlar o estoque é fundamental para evitar dinheiro parado por muito tempo, para analisar os resultados e aumentar as vendas.

Afinal, como estoque é dinheiro. Estoque parado é sinal de dinheiro parado no depósito da loja.

O principal ponto do estoque é não deixar faltar produto para o cliente e não deixar sobrar produto no depósito.

Veja um passo a passo para realizar a gestão de estoque em um pequeno varejo:
1. Estabeleça a quantidade estocada

Na hora de comprar os produtos é importante estabelecer uma quantidade do produto que deve ser estocada, evitando assim a compra de grandes quantidades o que pode acabar gerando desperdícios e prejuízos devido aos produtos “encalhados” no estoque.

O prazo de entrega dos produtos e a velocidade de venda também são fatores que devem ser avaliados.

Essa quantidade deve ser prevista de acordo com a demanda de produtos, como existem demandas sazonais e temporárias, é sempre necessário que sejam realizadas previsões periódicas de acordo com a movimentação das vendas da loja.

2. Preveja a demanda

De acordo com o giro de produto é possível prever como será as vendas desse produto, ajudando a equipe de vendas, sempre pensando em comprar de acordo com o pensamento dito anterior: não deixar faltar e não sobrar produto.

É importante você contar com um estoque de segurança, tendo alguns produtos a mais para não perder vendas inesperadas.

Se você possui um software de gestão, é possível encontrar essa previsão nos relatórios do próprio software, facilitando o processo.

3. Estabeleça um processo de reposição

A reposição dos produtos deve acontecer de acordo com um processo estabelecido, conforme os objetivos da loja.

Cada produto possui um potencial de venda e deve ser analisado, a equipe de reposição precisa estar atenta aos dados recebidos pelo software que controla o estoque da loja. O consumidor precisa chegar na loja e encontrar o produto exposto, sendo assim a reposição precisa ser eficiente e ativa.

4. Avalie os fornecedores

Negociar melhores condições com os fornecedores é essencial para a gestão de estoque efetiva.

Organizar prazo de entrega, preços, data de vencimento dos produtos, prazos de pagamentos, é fundamental para gerir os produtos em estoque de foma eficiente. Controlar os produtos que chegam é o primeiro passo para otimizar esse processo de gestão de estoque da sua loja.

Pesquisas mostram que uma boa gestão de estoque pode gerar 20% de economia para o varejista.

Imagina a sua loja economizando 20%? No final do mês fará uma diferença grande no faturamento, não é mesmo?

Implemente uma gestão de estoque eficiente na sua loja e comece a colher os frutos dessa otimização do processo.

No Comments

Post A Comment